quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Contribuições para Madeira Controlada

Diante da discussão realizada na Assembleia Geral do FSC, que está ocorrendo no Canada, o Imaflora vem compartilhar da sua experiência e visão de campo sobre madeira controlada no Brasil.

A madeira controlada, quando bem implementada e auditada, seguindo os requisitos que já existem na norma, pode contribuir para uma melhoria no campo, gerando benefícios ambientais e sociais.

Os benefícios sociais para os trabalhadores que atuam em áreas fornecedoras de madeira controlada, incluem os direitos e garantias de saúde e segurança ocupacional, como por exemplo, a formalização do trabalhador e o uso de equipamentos de proteção individual.

Os benefícios ambientais estão especialmente ligados ao fato de que a produção de madeira controlada requer licenciamento operacional e das atividades, recolhimento de impostos, cumprimento da legislação para transporte, proteção de áreas de preservação e regulamentação das propriedades.

A categoria 1 da Madeira Controlada explicita ainda que a madeira não pode ser explorada ilegalmente, o que, quando adequadamente verificado e implementado no campo, contribui com o combate à ilegalidade na origem florestal.

Importante destacar que estes benefícios são adicionais e não seriam alcançados se não fosse pela existência da madeira controlada, uma vez que tudo isso acontece fora de áreas certificadas. Desta forma, com a madeira controlada, é possível estender benefícios socioambientais para além das áreas certificadas.






Compartilhe