sexta-feira, 25 de maio de 2012

Unilever investe em sustentabilidade e vence competição internacional

Por Marina Piatto*
Em 2012, uma das iniciativas da Unilever na área de produção de chá ganhou a competição do EFMD na categoria de “Gestão da Cadeia de Fornecimento”, por seu perfil elevado e alto potencial de alcance. A EFMD - The Management Development Network - é uma organização formada por mais de 750 membros internacionais que promove informação, pesquisa, debates e inovação no desenvolvimento de boas práticas de gestão. Reconhecida pela sua qualidade em educação, a organização também acredita universidades e programas nas áreas de administração e gestão. Nos últimos 30 anos, EFMD vem organizando anualmente uma competição de iniciativas sustentáveis, onde o objetivo é encorajar que as estratégias e os projetos desenvolvidos por empresas ou instituições europeias sejam documentados e divulgados. As iniciativas podem ser implementadas em regiões do mundo como Ásia, América Latina, Oriente Médio ou África.
A iniciativa da Unilever foi documentada através da colaboração entre o IMD*, a Plataforma de Iniciativa em Agricultura Sustentável (Sustainable Agriculture Initiative Platform) e o IDH (organização holandesa, Dutch Sustainable Trade Organization) que participou como entidade patrocinadora. A Rainforest Alliance, o Imaflora e a Unilever contribuíram com a disponibilização dos dados e a descrição do projeto. A primeira parte da iniciativa documenta a transformação do mercado de chá, onde a Unilever estimula a produção sustentável, gera pesquisas participativas e com potencial de alcance considerável em discussões de inovação sistêmica. Esta iniciativa começou com as marcas Lipton e PG Tips em países específicos e ira expandir-se para outras regiões do mundo. A segunda parte da iniciativa documenta a colaboração da Unilever com as agências de chá no Quênia para incluir pequenos produtores e a experiência de certificação de grupos na Argentina. Os estudos de caso fazem parte do programa de chá do IDH em que as diversas empresas do setor (Unilever, Sara Lee e Twinings) trabalham em conjunto com ONGs e certificadoras como: Solidaridad, UTZ, Rainforest Alliance e Fair Trade.
Além da iniciativa ter ganhado a competição ela também será utilizada no curso do IMD que envolve mais de 400 gerentes de empresas que trabalham na área de cadeia de fornecimento sustentável e no curso de mestrado da Plataforma CSM que é executado anualmente em colaboração com a Plataforma SAI.


* IDH é um centro de especialização na área de gestão, sediado na Suíça, que documenta e distribui as melhores práticas, modelos, estudos e relatórios sobre a aceleração e ampliação do comércio sustentável.
* Marina Piatto é engenheira agrônoma e coordenadora de certificação agrícola do Imaflora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe