quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Encontro reúne especialistas para discussão sobre a aplicação de geotecnologias inovadoras no Manejo Florestal e conservação da Amazônia




O Manejo Florestal é uma das atividades de maior importância na Amazônia e é caracterizada por desafios que passam pelo combate da exploração ilegal até a melhoria do rendimento das atividades de campo, conciliando benefícios econômicos com um aumento na conservação ambiental. A tecnologia MODEFLORA, desenvolvida pela Embrapa Acre em 2007, tem se mostrado uma ferramenta promissora para superar esses desafios, uma vez que integra as técnicas de levantamento florestal a geotecnologias de alta precisão permitindo maior controle das operações. 

Para aprofundar a discussão sobre o uso dessas inovações tecnológicas no Manejo Florestal da Amazônia e sua interface com a Certificação Florestal FSC®, profissionais, especialistas e acadêmicos estarão reunidos nos dias 01 a 05 de fevereiro de 2016 em Piracicaba para um curso sobre o Modelo Digital de Exploração Florestal - o MODEFLORA. Através de parceria entre o IMAFLORA, EMBRAPA, IFT e o Laboratório de Silvicultura Tropical da Esalq/USP, o encontro também terá como objetivo atualizar os profissionais ligados à área de Manejo Florestal aumentando a compreensão de como essas ferramentas podem auxiliar na conservação da Amazônia. 

O modelo digital de exploração florestal integra o Sistema de Posicionamento Global (GPS), o Sistema de Informações Geográficas (SIG) e o Sensoriamento remoto para planejar, executar e monitorar as atividades de manejo florestal com alta precisão, fornecendo características reais topográficas e hidrográficas em uma escala de precisão de até 1:15 metros.  O Sistema digital constrói uma rica base de dados da área de manejo com informações seguras sobre a localização de nascentes, árvores, relevo e áreas que devem ser preservadas ao mesmo tempo em que reduz o tempo de operações. Segundo a Embrapa, a correta implantação do sistema reduz o impacto ambiental e até 30% dos custos da atividade.

Para o sucesso do MODEFLORA as equipes devem estar equipadas com aparelho GPS em todas as fases do Manejo Florestal e, portanto, todas as operações são rastreadas em tempo real. Essa particularidade tem um efeito positivo para o empreendimento florestal, uma vez que garante ao órgão de fiscalização e ao mercado consumidor uma maior transparência de suas atividades, bem como, um monitoramento contínuo e detalhado dos trabalhos em campo. 

É possível que aspectos exigidos nos Princípios e Critérios do FSC sejam mais facilmente atendidos com o uso dessa tecnologia. Em contrapartida, o conhecimento das ferramentas do Modeflora poderá subsidiar os auditores do Imaflora com informações importantes na tomada de decisão ao avaliar um empreendimento florestal.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe