quarta-feira, 11 de julho de 2018

#EntreNoClima: Imaflora convida usuários para acompanhar série de vídeos sobre mudanças climáticas

A partir de hoje (11), os usuários que acompanham o Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) nas redes sociais e site vão encontrar circulando uma nova campanha de vídeos-pílulas.

A série #EntreNoClima convida os usuários para participar de discussões e apresenta informações sobre mudanças climáticas e emissões de gases de efeito estufa (GEE). Os lançamentos acontecem todas às quartas-feiras, em cinco canais: Youtube, Facebook, Instagram e LinkedIn, além de site.

A intenção é despertar a atenção da sociedade para assuntos ligados à sustentabilidade e mudanças climáticas, que sejam capazes de mitigar o efeito das emissões de GEE. Um dos principais desafios, incutido em cada vídeo, é trazer a discussão de forma palatável às várias audiências de alcance do Imaflora. 

Por isso, os vídeos trarão, sempre, uma linguagem coloquial e jovem, que facilitam a compreensão e a distribuição das informações. Para atender a esta demanda, também serão criadas enquetes no Instagram e Facebook, semanalmente, com a ideia de aferir o impacto das discussões.

O Imaflora atua no desenvolvimento de ferramentas e propostas que permitam atender a demanda por alimentos e reduzir as emissões de GEE na agropecuária brasileira. Anualmente, tem seus estudos compilados no relatório do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa), desenvolvido em parceria com o Observatório do Clima. O último relatório, divulgado no final de junho, pode ser conferido aqui.

Na primeira pílula, a coordenadora de Clima da ONG de liderança jovem Engajamundo, Karina Penha, explica de forma rápida e objetiva como as mudanças climáticas atingem o nosso futuro. 

Os demais vídeos contarão com a participação de representantes da sociedade civil e da academia, de forma a ampliar o debate. A intenção é não somente sensibilizar os diversos atores sobre a importância de se relacionarem as áreas de clima, floresta e agricultura ao aprimoramento de políticas públicas, bem como estimular a melhoria da gestão dos recursos naturais.


#EntreNoClima, fique ligado e faça sua parte.


Confira o primeiro vídeo: