quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Acordo de cooperação entre Imaflora e SEMA-MT dará mais transparência a setor madeireiro de Mato Grosso.

Informações de produção e transação madeireira estarão disponíveis para consulta em plataforma virtual.



O Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) assinou, na tarde de hoje (05), um acordo de cooperação técnica com a SEMA-MT (Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso), em Cuiabá, capital mato-grossense. O acordo, com duração de cinco anos, prevê que informações sobre o fluxo de produção e a comercialização de madeira tropical, registradas no Estado, estejam disponíveis para consulta na plataforma Timberflow, lançada no final de 2017.

Esses dados irão auxiliar mercado, setor de base florestal brasileiro e órgãos governamentais a diferenciar e a reconhecer empreendimentos que atuam de forma legal na cadeia madeireira do Estado. Antes da assinatura do acordo, o Pará era o único Estado brasileiro a disponibilizar suas informações na plataforma. Ao lado de Mato Grosso, os dois são os maiores produtores de madeira do Brasil.

"As informações da Timberflow estarão disponíveis publicamente, para que sociedade civil, empresas produtoras, consumidores e governo possam interagir, buscar informações relevantes sobre transações de madeira no Estado e ajudar na construção de politicas públicas", explica o gerente de certificação florestal do Imaflora, Leonardo Sobral.

“O acordo com o Imaflora compõe o projeto de transparência da SEMA, uma combinação de mecanismos e controles para fomentar o desenvolvimento do setor de base florestal, que responde pela terceira maior economia em nosso Estado”, comenta André Baby, secretário de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso.

A Timberflow, desenvolvida pelo Imaflora, estimula a legalidade e o debate sobre a importância da transparência e da abertura de dados no setor madeireiro brasileiro. Apresenta, por meio de mapas e gráficos, as conexões existentes em sua cadeia produtiva, desde a origem até a comercialização. A plataforma se insere no âmbito dos princípios de Governo Aberto, que defendem melhores práticas em transparência, participação e prestação de contas à sociedade.

“O Imaflora acredita que o engajamento da sociedade na defesa do manejo florestal responsável e de práticas éticas de comercialização da madeira é fundamental para a luta contra o desmatamento. Por isso, trabalha para oferecer mecanismos que incentivem as boas práticas, identificando riscos, diferenciando quem trabalha de forma legal e combatendo a exploração predatória da floresta”, acrescenta Roberto Palmieri, secretário executivo adjunto do Imaflora.

Saiba mais sobre a Timberflow aqui.

IMAFLORA - O Imaflora é uma organização brasileira, sem fins lucrativos, que trabalha desde 1995 para promover a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais, gerar benefícios sociais e reduzir os efeitos das mudanças climáticas. Saiba mais: www.imaflora.org.