sexta-feira, 10 de maio de 2013

O Maraca é nosso: Tecnologia para encantar torcedores



Sustentabilidade desde o canteiro de obras


Para evitar desperdícios, a economia no estádio começou pelo canteiro de obras. Setenta e cinco por cento do material de demolição – que inclui concreto, ferro, isopor e madeira – foram britados para serem reutilizados no próprio Maracanã e em outras obras públicas. O concreto demolido foi aproveitado na preparação da base para receber os guindastes, e os vergalhões foram encaminhados para reciclagem.

Toda a madeira empregada na modernização do estádio é certificada com o selo FSC (Forest Stewardship Council) e o cimento e aço utilizados têm conteúdo reciclado. Além disso, a reforma contou com materiais com baixo índice de Composto Orgânico Volátil, o que ajuda a reduzir as emissões de CO2. A lama proveniente da perfuração das estacas da fundação foi destinada a uma cerâmica e se transformou em 2,1 milhões de tijolos e 560 mil telhas.


Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro / FSC Brasil
Foto: Erica Ramalho



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe