segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Estudo do Imaflora revela um novo olhar sobre a agropecuária brasileira

O estudo publicado na série Sustentabilidade em Debate, realizado em parceria com o Professor Gerd Sparovek, da Esalq/USP,  inovou ao converter toda a safra agropecuária brasileira em proteína e energia. Com isso, o método permitiu que fosse visualizada, pela primeira vez, a participação da agricultura e da pecuária para o fornecimento dos elementos fundamentais para a alimentação humana. 

A análise foi feita a partir dos dados das safras de 1975 a 2006 (baseado no Censo Agropecuário do IBGE) e de projeções para 2020. Apresentou o total da produção e produtividade de cada setor, e ainda os correlacionou com a emissão de gases de efeito de estufa (GEE) para o período. Além do dado agregado nacionalmente, os resultados da safra foram segmentados para cada região do país.

O estudo demonstrou que houve aumento na produção, produtividade  e emissões de GEE, tanto na agricultura, quanto na pecuária. Contudo, revelou a grande assimetria entre os dois setores em relação à quantidade e a eficiência de produção de proteína e energia e de emissão de gases de efeito estufa. Os resultados indicam a importância da aceleração das iniciativas para a intensificação e maior eficiência da pecuária no Brasil.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe