quarta-feira, 1 de outubro de 2014

FLORESTAS DE VALOR INCENTIVA NOVA ECONOMIA NA FLORESTA



Fonte: Boletim nº 1 do Projeto Florestas de Valor

Uma iniciativa capaz de ajudar a conservar a Amazônia ao fortalecer as cadeias de produtos florestais não madeireiros e disseminar a agroecologia. É assim o projeto Florestas de Valor, desenvolvido pelo IMAFLORA – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola® e seus parceiros em três regiões do Pará.

Na Calha Norte do rio Amazonas (Alenquer e Oriximiná), Terra do Meio (Altamira) e no município de São Félix do Xingu, o projeto apoia atividades ligadas ao extrativismo e à produção agrícola, por meio de sistemas agroecológicos.

Com essas abordagens, o projeto incentiva a implantação de sistemas produtivos responsáveis, conecta comunitários e empresas na lógica do mercado ético.

Assim, o Florestas de Valor cria alternativas econômicas ao desmatamento e inclui as populações tradicionais (extrativistas, quilombolas, ribeirinhos) e pequenos produtores rurais a processos produtivos que ajudam a conservar e recuperar áreas degradadas. “Desenvolver e conservar é a melhor forma de estimular a sustentabilidade na Amazônia”, afirma o biólogo Léo Eduardo de Campos Ferreira, um dos gestores do projeto.

São cerca de cinco mil pessoas beneficiadas no campo pelo projeto Florestas de Valor. Sem contar que o projeto também desenvolve ações de conscientização sobre o consumo de produtos da floresta e conservação ambiental em grandes centros consumidores, como o estado de São Paulo, por exemplo.

Na floresta, os modelos desenvolvidos pelos técnicos do IMAFLORA já geram resultados animadores. (Leia Histórias de Valor, na página 3 do Boletim). “A consolidação dos modelos sustentáveis gera novas referências para políticas públicas e para a sociedade, permitindo traçar novos rumos para o desenvolvimento da Amazônia”, avalia o agrônomo Roberto Palmieri, Gerente de Projetos do IMAFLORA.

Para conferir a primeira edição do boletim na íntegra, clique aqui.

_________

Sobre o projeto Florestas de Valor
O projeto Florestas de Valor existe para fortalecer as cadeias de produtos florestais não madeireiros, disseminar a agroecologia e conservar a floresta em três regiões do estado do Pará: na Calha Norte do rio Amazonas, na Terra do Meio e no município de São Félix do Xingu. O projeto apoia a implantação de sistemas produtivos responsáveis, conecta extrativistas e empresas na lógica do mercado ético e busca sensibilizar a sociedade para o consumo consciente de produtos florestais e para a conservação dos recursos naturais. Desde 2013, o projeto Florestas de Valor tem o patrocínio da Petrobras, como parte do Programa Petrobras Socioambiental, um dos instrumentos da política de responsabilidade social da companhia. Saiba mais em www.imaflora.org/florestasdevalor


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe