terça-feira, 14 de julho de 2015

Definições estratégicas marcam o ano da Certificação Florestal



Os propósitos definidos no Planejamento Estratégico 2014-2016 estabeleceram metas de crescimento para a certificação florestal. 2014 foi um ano marcado pelo alcance de importantes resultados e definições estratégicas, como a otimização dos processos de auditoria, a atuação em novos sistemas de certificação e a implantação do sistema de gestão interno.

A certificação de manejo florestal cresceu em número de empreendimentos certificados e em área certificada. No setor de Plantações Florestais a certificação é uma realidade em pleno processo de expansão, pois após as grandes empresas do setor optarem por esse caminho, agora os pequenos e médios produtores florestais, seja individualmente ou em grupo, começam a certificar suas áreas, visto que os sinais do mercado são extremamente positivos nessa direção.

A certificação de Florestas Nativas (Amazônia) também apresentou bons indicadores principalmente devido às florestas públicas (estaduais e federais) concedidas pelo governo às empresas privadas para realizarem o manejo florestal. Além disso, o Imaflora realizou os primeiros casos de auditorias florestais independentes em duas áreas de concessões.

Em relação à certificação de comunidades que manejam suas florestas nativas foram realizadas diversas auditorias, indicando que pode haver um crescimento no médio prazo No entanto, a perda da certificação por parte da Terra Indígena do Baú representou um grande impacto e redução da área certificada de Florestas Nativas.

Para o segmento de certificação de cadeia de custódia, 2014 foi um ano estável, com crescimento moderado no Brasil e manutenção do número de empreendimentos certificados pelo IMAFLORA. Em geral o setor gráfico continua sendo o motor desse segmento, porém o Imaflora mantém uma diversificação significativa de empreendimentos certificados (celulose, papel, madeira, móveis, painéis, distribuidoras, etc.), mostrando que existe um grande potencial de expansão desse mercado.

Para conferir essa e outras matérias do nosso relatório anual 2014, acesse: http://www.imaflora.org/downloads/biblioteca/559d27c30b2a3_relatrio_2015_aprovado.pdf




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe